You are currently browsing the monthly archive for Outubro 2011.

Uma ligação de manhãzinha me acorda, o sono matinal ainda não tinha me abandonado e o celular já tocava. Vou atender o celular que geralmente fica ao lado da minha cama, mas que ontem deixei na sala. Quando atendo ouço uma voz que há muito não escutava, no primeiro momento eu não sei especificar de quem é aquela voz, só que ela me é muito familiar. Depois de duas frases e uma brincadeira, descubro rapidamente de quem se trata e nesse momento passa um filme em minha cabeça. Lembranças, muitas e raras lembranças. Desligo o telefone e só então percebo o quanto essa ligação me faz falta, de que como anos atrás era só andar alguns minutos para estar próximo e passar os tempos que certamente comentarei com meus netos. De que sua presença faz falta no dia a dia e do meu lado, de quando a responsabilidade era apenas o dever de casa e a preocupação era se minha mãe descobriria se faltei à escola para jogar vídeo game. Com a modernidade retórica do século XXI temos o mundo em um “click” e as pessoas ao nosso lado parecem estar a quilômetros de distância. Por circunstâncias da vida não podemos estar mais juntos diariamente, mas, só o fato de saber que com uma ligação, poderíamos estar por alguns momentos, juntos novamente, já me reconforta e como diria o Poetinha: “Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!”

A ligação durou apenas alguns minutos, o suficiente para alegrar um pouco mais meu dia…

(antes de começar ler aperte “play” no vídeo mais abaixo e leia simultaneamente)

…Um dia você vai olhar pra mim e perceber que eu sou bem mais do que pensa. Neste momento eu gostaria de estar ao seu lado e ver tua cara de espanto. Será que deixará transparecer ou vai querer fazer tipo e dizer que não se importa? Um dia quem aqui vos fala não estará tão a fim de te dar atenção que você necessita. Um dia teu telefone não vai tocar, nenhuma mensagem no celular vai te acordar pela manhã, sem surpresas com presentes e declarações apaixonadas.  Então estou te dando um ultimato: olhe pra mim! A hora é agora e aproveite para estar comigo o máximo de tempo possível e quem sabe até um beijo num fim de tarde não cairia bem pra nós dois? Depois não diga que lhe mandei “sinais insuficientes”. Você não é a única pessoa do mundo e nem a melhor se ainda não percebeu. Vou seguir minha vida e desculpa se você não couber mais dentro dela, oportunidades não faltaram.

 Eu até entendo os teus motivos, talvez no teu lugar eu cometesse o mesmo erro…

 

♪ Já que você não me quer mais vou espalhar meu amor por aí…

Calendário

Outubro 2011
D S T Q Q S S
« Set   Dez »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos